Serra da Freita – Descobrir e explorar!

A @Momondo desafiou-me a partilhar um destino alternativo da minha região. Um local onde é possível descansar uns dias, com boas comodidades e longe dos atropelos turísticos.

Sim, é ótimo viajar, mas às vezes vemo-nos rodeados de tanta gente que nem conseguimos desfrutar do local. Depois de picar o ponto, só dá mesmo vontade de desaparecer. É cada vez mais importante termos locais “só” nossos.

Um desses que prometi explorar melhor é a Serra da Freita. Algum tempo depois de terem sido inaugurados os Passadiços do Paiva, passeei por aí e achei que era quase inexplorada. Na zona mais alta existe menos mato e é possível vislumbrar as montanhas e os vales da Serra. Paisagens maravilhosas que nos tranquilizam e nos deixam em paz. Fico sempre com a sensação que temos receio de conhecer e divulgar locais que não são o mainstream do turismo. Existem imensos lugares, de valor cultural e paisagístico, que não merecem a devida atenção.

Eu adoro este tipo de locais. É possível ouvir a Natureza e focarmo-nos noutros problemas como a lente a utilizar, velocidade de obturação ou melhor pose para a foto. A riqueza gastronómica deste local também é fantástica.

Tantas vezes abrimos as redes sociais e vemos os nossos amigos a viajar para montes de sitíos. E assim menosprezamos oásis aqui mais perto! Nunca pensaste nisso?

Assim, a não perder na Serra da Freita:

– Geopark de Arouca;

– Mosteiro de Arouca;

– Passadiços do Paiva;

– Carne da raça Arouquense;

– Doces conventuais;

– Aventura (rafting e canoagem no rio Paiva);

Estes são apenas alguns exemplos

Dá aqui umas vista de olhos nos hotéis das proximidades. Existem preços muito apelativos para uma escapadela! Link aqui

Lembrei-me que tinha feito um video dos Passadiços do Paiva, quando comprei o drone. Vou voltar a deixar aqui o link

 

arouca, geopark, travelblog, momondo, passadiços do paiva, escapadinha, joao tiago oliveira

arouca, geopark, travelblog, momondo, passadiços do paiva, escapadinha, joao tiago oliveira

arouca, geopark, travelblog, momondo, passadiços do paiva, escapadinha, joao tiago oliveira

arouca, geopark, travelblog, momondo, passadiços do paiva, escapadinha, joao tiago oliveira

#owtravelers #admomondo

 

Passadiços do Paiva

Natureza em Estado Puro é o chavão deste percurso que percorre oito quilómetros do Rio Paiva. Situados no Geopark de Arouca, Concelho de Aveiro, desde há dois anos que podem ser percorridos os famosos passadiços em madeira, que te levam numa “aventura” entre o Areinho e Espiunca, as duas localidades de entrada.

DCIM101MEDIADJI_0051.JPG

O preço do bilhete é simbólico (1€) e deves antecipar a sua compra porque existe um limite de 3500 visitas por dia. Num dia com lotação máxima, poderás sentir que os passadiços são um pouco apertados, para tanta gente. Mas no geral, não te preocupes. É uma viagem bem tranquila.

Para poderes desfrutar nos Passadiços do Paiva é essencial teres algumas preocupações:

  • Consulta a meteorologia, e se estiver muito calor, leva bastante água, visto que só existe um bar de apoio a meio do percurso. Até lá conta mesmo só com as tuas pernas e os teus companheiros.
  • Se quiseres fazer o percurso de ida e volta (16km) é aconselhável que comeces em Espiunca, visto que o fim do percurso é muito menos exigente à chegada a essa localidade. Por outro lado, se pretenderes fazer apenas os oito quilómetros, o ideal será começar no Areinho e terminares em Espiunca.
  • A alimentação também é essencial. Logo depois de entrares pelo lado do Areinho, a subida é muito íngreme e já vi algumas pessoas terem uma baixa de açúcar e consequente quebra de tensão. Por isso, leva algo com açúcar, para o caso de acontecer a alguém do teu grupo, ou a ti próprio se for o caso 🙂
  • A praia do Vau está junto ao Bar de apoio, a meio do percurso. Aí também encontras sanitários. É o sítio ideal para parar e poder desfrutar da Natureza. Nesta zona tens duas praias com óptimas condições para um mergulho e paragem para picnic, por exemplo. Aproveita! É excelente para descansar um pouco e estares horas à conversa com os teus amigos, antes de arrancares para o resto do percurso.

Existem várias formas de conseguires um bilhete caso esteja esgotado. Uma delas é através do alojamento local, com parceiros dos Passadiços, como acontece com alguns parques de campismo do Geopark, hotéis e restaurantes.

Aproveita, diverte-te e desfruta da natureza!
DCIM101MEDIADJI_0033.JPGIMG-20170805-WA0003IMG-20170805-WA0025IMG-20170805-WA0027IMG-20170805-WA0036IMG-20170805-WA0037IMG-20170805-WA0050IMG-20170806-WA0006IMG-20170806-WA0007IMG-20170806-WA0011