Clube do Paiva – Rafting, Canyoning, Canoing e River Tracking

Esta pode vir a ser uma das mais fantásticas aventuras que vais ter na tua vida. Uma experiência marcante com o Clube do Paiva, que proporciona a prática de vários desportos radicais como o Rafting, Canyoning, Canoing e River Tracking.

Sempre fui louco por aventuras, adepto do inesperado, sedento de adrenalina. Estas coisas fazem-me bem para saber os limites do meu corpo e mente. Não posso envelhecer sem experimentar estas coisas. E num ano de pandemia, nada melhor do que ficar por Portugal e usufruir um pouco da nossa natureza e turismo. Por isso decidi escrever um pouco sobre a minha experiência e sobre as atividades.

João Tiago Oliveira Arouca geopark Passadiços do Paiva clube do paiva

João Tiago Oliveira Arouca geopark Passadiços do Paiva clube do paiva

Antes de mais quero deixar aqui um alerta. Por força da minha evolução no vídeo, cada vez vou profissionalizando mais este hobbie que era a fotografia e o vídeo. Há já algum tempo que faço propostas de parceira para desenvolver projetos em empresas que querem ter vídeos institucionais ou para redes sociais. Já é um segundo trabalho.  Quem me acompanha nas redes sociais sabe disso. Por isso, se conheceres alguém que precise deste tipo de serviços podes dar-lhe o meu contacto. Os vídeos que produzi para o Clube do Paiva estiveram dentro desse âmbito.

A viagem do Porto até ao Clube do Paiva faz-se em pouco tempo. As primeiras filmagens que fizemos foram no fim do Verão e estava incrivelmente quente. Eu não sou adepto de rio mas acho que esta experiência me converteu, finalmente. O Rio Paiva estava a uns incríveis 26º, o que transformava este rio num autêntico mar das caraíbas.

A empresa tem uma equipa fantástica e proporcionou momentos únicos. Só posso referir o melhor: Simpáticos, responsáveis, esclarecedores. São os adjetivos que mais rapidamente me vêm à cabeça, especialmente da parte do Gonçalo que esteve comigo em todas as atividades. Outro ponto a destacar são os equipamentos. Já pratiquei outro tipo de desportos radicais com outras empresas. Por vezes apanhamos equipamentos demasiado usados e com marcas de desgaste elevadas. Fiquei impressionado com o cuidado do Clube do Paiva. Tudo parecia novo e pronto a estrear.

João Tiago Oliveira Arouca geopark Passadiços do Paiva clube do paiva

River Tracking

Antes de mais é uma excelente atividade para team building. É possível ir conversando com o pessoal e perceber a destreza e coragem de cada um dos participantes. No final, ficamos a conhecer-nos todos um pouco melhor, sem estar num ambiente profissional. A atividade assim o permite. Caminhando pela margem usufruindo da geologia do rio, a parte mais emotiva vai-se proporcionando. Isto significa: SALTAR PARA A ÁGUA.

3 metros

5 metros

7 metros

9 metros

A intensidade vai aumentando. As formações rochosas é que ditam a altura. Há sempre um local por onde subir e a segurança está em primeiro lugar. Sempre pensei que um impacto com capacete seria algo doloroso, mas não. Quem não quiser não salta. É opcional.

Mas mesmo quando não temos a coragem para sentir esta adrenalina há imenso que ver. Desde logo a caminhada em si permite ver a natureza no seu estado mais puro, com várias espécies a nascer ali como a hortelã. Lembro-me perfeitamente de estar a caminhar e a sentir aquele cheirinho. A meio da atividade há mesmo uma pequena cascata com água gelada onde se pode tirar umas fotos mais radicais e descansar da subida, já que é um bocadinho exigente em termos físicos.

Mas uma das melhores sensações desta atividade é a descida do rio…. pelo rio. O pouco fluxo do caudal permite aproveitar alguns rápidos. E assim, de lagoa em lagoa, de rápido em rápido lá se vai curtindo.



Booking.com

 

Canoing

Enquanto que no inverno a atividade mais conhecida por estas bandas é o rafting, no verão são as canoas. O caudal assim o permite.

Como o video do rafting ainda está a ser planeado, posso já dizer que o canoning deve ser uma bela introdução. Passámos uma tarde inteira a descer o rio, quando de manhã já tínhamos feito o trekking. A atividade começa numa aldeia antiga em xisto, já que é preciso dar tempo à equipa do Paiva para preparem os equipamentos. Mas o calor era tanto que só tínhamos vontade de ir para água.

Achei imensa graça a duas nuances. Em primeiro lugar os rápidos que vão surgindo durante o percurso nem sempre são fáceis de fazer. Exigem alguma destreza nas pagaias e várias vezes virávamos, divertidamente, as canoas. A outra nuance é o facto de termos entrado num rio adjacente e andarmos em águas espelhadas e lindas em que se via o fundo e os peixes, numa garganta de rochas. Que cenário fantástico. Como estávamos com o andamento dos saltos da manhã, claro que não resistimos em estacionar as canoas e dar mais uns jumps para a água.

De todas as atividades, esta é a que já fiz mais vezes, por isso destaco mais o facto de estar no meio da natureza.

Deixo um mega alerta. Adorava que subscrevesses o meu canal de Youtube. Significa muito para mim que os subscritores possam aumentar de forma a fazer chegar os meus trabalhos a cada vez mais público. Por isso, ao clicares no próximo vídeo, não te esqueças de fazer a tua subscrição! Muito obrigado.

Canyoning

Talvez a atividade com mais adrenalina das 3 que vou aqui referir. Não esteve um perfeito dia de sol. Na verdade, já estávamos em Outubro, fim da época alta do canyoning. Dirigimo-nos ao rio Frades passa no meio das montanhas da Serra da Freita. Quando no local onde parámos para nos equipar, no meio de uma pequena aldeia, levantei o drone para captar alguns planos para este vídeo. Nunca pensei que houvesse uma paisagem tao bonita por ali. Pareciam paisagens de filmes como Jurássico Parque ou assim! Encostas super ingremes e altas que enchem a tela o visor. Que incrível!

Vejam no vídeo ao que me refiro. Simplesmente fantástico.

O canyoning é um desporto radical que pretende descer um rio acidentado com material de escalada. O Rio Frades é muito propício a este tipo de atividades já que tem mais de 7 cascatas seguidas, impossível de voltar para trás! Com as cordas fazemos rappel para descer…. ou simplesmente saltamos.

5 metros

7 metros

9 metros

12 metros

Não faltam locais seguros de onde dar o jump da tua vida. As águas são cristalinas e saltamos de cascata em cascata. O salto é sempre opcional para quem não quer arriscar tanto. Eu gosto tanto de saltar como descer com corda e, tendo coragem, deves experimentar ambos.

O canyoning foi dos desportos mais intensos que pratiquei. Tanto a nível físico como a nível de adrenalina.

Como reparaste referi o Rafting no título do texto. Estou precisamente a cozinhar com o Clube do Paiva esse momento. Por isso, se estás interessado em saber mais, acompanha as redes sociais.

www.joaotiagoliveira.com

www.facebook.com/joaotiagoliveira

www.instagram.com/joaotiagoliveira

www.youtube.com/user/joaotiagobemhaja

 

Que equipamento utilizar

Aqui é que a porca torce o rabo.

A segurança está em primeiro lugar por isso o calçado é dos equipamentos mais importantes que deves ter em conta. Para além de confortável, deve ser seguro, por isso nada de levar sapatilhas velhas. Os pés é onde poderás sentir mais frio e é o ponto de contacto mais frequente com o terreno acidentado.

Eu utilizei umas Merrel Waterpro porque são leves, secam rapidamente e oferecem a proteção necessária neste tipo de terrenos.

Os fatos de neoprene que o Clube do Paiva disponibiliza foram suficientes para mim. Nas atividades do River Trekking e do Canoing estava um calor imenso e bastou ter um calção de banho. No entanto, como fizemos o Canyoning em Outubro, já poderia ter utilizado uma t-shirt térmica, visto que em algumas partes da caminhada, estivemos muito tempo parados e acabei por ter algum frio.

Se ficaste curioso, espera pelo próximo video!

João Tiago Oliveira Arouca geopark Passadiços do Paiva clube do paiva

Até já


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.