Bacalhôa Buddha Eden


Escrevo este post depois de ter feito a viagem à Tailândia (Bangkok e Krabi). Agora que olho para trás, tudo faz mais sentido. Os símbolos presentes nesta religião, chegam até nós no Bacalhôa Buddha Eden, num passeio que se pode fazer em qualquer altura do ano.
O Jardim do Éden, no Bombarral transporta-te para a cultura budista, com as grandiosas estátuas e fenomenais jardins. Mas isto não chegava se a envolvência e a sequência entre os vários elementos do jardim não fosse perfeita. E é! Situado num pequeno vale, à medida que vamos descobrindo o parque conseguimos desfrutar, aqui e ali, de uma panorâmica geral. Decidimos de um ponto mais alto, para onde queremos ir.
As várias zonas vão surgindo, com transições tranquilas de vegetação verde, passagens de água e caminhos calcetados.
Muitas vezes, só depois de estarmos no meio de uma cultura desconhecida, é que nos perguntamos acerca da simbologia. Por isso achei importante deixar aqui algumas definições da cultura Budista:

  • Budismo é uma religião sem Deus – refere-se a uma forma de viver.
  • O Buda não é o Deus gordo da sorte (essa imagem pertence a outra religião – Xintoísmo). A imagem de Buda é normalmente retratada de três formas (de pé, sentado e reclinado). De pé, com a mão levantada, simboliza o acto de benção e de reafirmação. Sentado, representa a meditação. Por fim, deitado representa o fim da vida de buda.
  • A Flor de Lótus representa a pureza, perfeição, sabedoria, o sol, o renascimento. Nesta religião, a flor é a imagem do coração, que se abre quando se desenvolvem as virtudes do budismo.

 
Visitar o Bacalhôa Buddha Eden
Horário – 9:00 às 18:00
Entrada 3€ (mais 3€ se quiserem fazer o passeio de comboio). Entrada livre até aos 12 anos
Fácil estacionamento


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.