Praia da Falésia, recordações de infância.

Em 2015 demos um salto ao Algarve. Há uns anos que lá não ia.

O Algarve para mim é especial. No tempo em que era miúdo ia sempre passar umas semanas para lá. Anos e anos seguidos, fizeram com que olhe para estas praias como algo que é meu, e que me traz  boas recordações.

Acho que nunca é um destino mal empregue. O mar calmo, a comida, o nosso povo – é estar onde nos pertence. Não é como ir a um país qualquer, onde os primeiros dias se estranha a língua, os hábitos, o esforço por conter as emoções de estar num sítio desconhecido.

A praia da Falésia, perto de Albufeira, é completa. O areal é dos melhores. Não tem rochas e podes mergulhar à vontade, sem receio de te magoares. Por trás, abriga-te uma falésia de cores quentes (não te esqueças de respeitar a distância de segurança, pois existe o risco de derrocadas) e por perto podes encontrar comunidades piscatórias. É uma paisagem que não cansa.

DSC00757.JPG

Outras coisas que podes apreciar a partir desta é o pôr-do-sol ao fim da tarde ou conhecer outras praias. Chegas rapidamente à praia dos Olhos de Água, se caminhares para Oeste. Esta praia chama-se assim, porque da areia brota água doce, que é visível na maré-baixa. Basta procurares os pequenos lagos a borbulhar, principalmente junto às rochas do areal.

A partir da praia da falésia também podes alargar os teus planos e dar uma saltada a duas cidades mais “conhecidas” do Algarve – Albufeira e Portimão. Em Albufeira, a praia mais conhecida é a Praia dos Pescadores. É uma cidade completamente direccionada para o turismo e tanto durante o dia como durante a noite tens diversão garantida. Portimão é conhecida pela sua marina.

 

Umas férias pela agência de viagens Clube 2000.